[ Reforma Política – O eleitor também precisa ser reformado! ]

fabula_ratos1

A expressão Reforma Política quase sempre é mencionada quando o assunto é a política e os políticos que aí estão atuando (e nos envergonhando)!

Não sou contra a Reforma Política! Seria um completo absurdo sê-lo, uma vez que não concordo com o que está aí e muito menos com as práticas pra lá de espúrias de muitos (não todos! Há bons políticos! São poucos, quase em extinção mas há!).

Mas sempre que ela é mencionada, a Reforma Política, me vem logo à mente a seguinte indagação: quem irá fazê-la??!!

Aprovar uma Reforma Política que mude as regras do atual jogo que muito beneficia quem está nele é acreditar demais na bondade das pessoas, no seu espírito altruísta, enfim, coisas que estão cada vez mais raras de se verem nos atuais políticos!!! Os políticos que aí estão, em sua maioria, não aprovarão medidas que diminuam seus privilégios.

E aí??? Quem realmente terá que colocar o guizo no pescoço do gato? Quem é que vai mesmo tocar essa Reforma Política!?

Quando chegamos a este ponto é importante lembrar que o eleitor deve ser protagonista deste processo. Cabe ao eleitor eleger políticos que estejam realmente comprometidos com a Reforma. Não adianta eleger sempre os mesmos políticos e esperar que eles mudem de atitude. É aquela velha e batida história: não se pode esperar novos resultados se agimos sempre da mesma maneira.

O ponto preocupante é que o eleitorado está ficando cada vez mais descrente do processo político, da importância do voto, de ser protagonista. Isso é perigosíssimo! Os regimes totalitários emergem dessa apatia. Em política não há espaços vazios por muito tempo. Uma hora, mais cedo ou mais tarde ele será ocupado por alguém e esse alguém pode vir a ser muito pior do que há hoje. Se não me engano, foi Churchill quem disse que a democracia ainda é cheia de defeitos mas ainda é o melhor regime político.

Mas como mudar esse quadro e fazer com que o eleitor se torne mais protagonista? Primeiro de tudo é necessário colocar nas mentes e corações do eleitorado que democracia é um regime de conquistas e que nada cai do céu (a não ser chuva, aviões, meteoritos, satélites defeituosos, etc). Se o eleitor não compreender que é necessário sair da zona do conforto, de achar que basta fazer “zuada” em redes sociais digitais, continuaremos na mesma. Esse é um processo educativo. Boa parte do nosso leitor não é politicamente educado. Mas quando falo educação não estou querendo dizer doutrinação. É fundamental separar as duas coisas. A doutrinação política quem faz são os partidos políticos. E quem é doutrinado muitas vezes não passa de um autômato que obedece sem questionar. Enfim, o caminho é longo.

Para finalizar, é importante lembrar que como a nossa democracia ainda é bastante jovem ainda temos muito a aprender. O importante mesmo é que reconheçamos nossos erros e busquemos corrigi-los. E isso vale não somente para o eleitorado mas principalmente para a classe política. É muito comum quem está no poder monopolizar os acertos e socializar os erros.

Um comentário sobre “[ Reforma Política – O eleitor também precisa ser reformado! ]

  1. Excelente texto. Tenho opinião em comum com a sua. Precisamos de mais gente lúcida quando se fala em política, em sentido amplo, no Brasil. Parabéns e escreva mais a respeito. Seu estilo é leve. Vai direto ao ponto e agrada o leitor.

    Curtido por 1 pessoa

Escreva o que pensa a respeito...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s