[ E o que não se vê? ]

fotojornalismo
Em muitas rodas de conversas sobre fotografia gosto de provocar os presentes com esta questão: e o que não está na foto?? E o que não foi enquadrado? Por que o fotógrafo enquadrou isso e deixou tantas outras coisas de fora?

Sabemos que toda e qualquer fotografia é, antes de mais nada, um recorte da realidade, é um instante, não é um todo. Não é possível colocar o mundo dentro do fotograma ou sensor, na proporção 3:2!! Não, a fotografia não é um retrato fiel da realidade. Ela é uma interpretação do que o fotógrafo está vendo! Ela é aquilo que o fotógrafo quer que vejamos!

A realidade é bem mais complexa do que aquele instante que foi percebido pelo fotógrafo e que foi “congelado” pelo mesmo num fotograma ou num conjunto de bits!

Tomando como ponto de partida esta questão podemos nos perguntar a respeito das notícias que nos chegam tanto pelos meios tradicionais, tais como jornais, revistas, televisão, rádio, como também pelos mais modernos, como a internet e suas redes sociais.

E o que não nos é mostrado?? E o que o cinegrafista da rede de TV não filmou??? E o que o repórter não conseguiu ver?? E o que o pessoal das mídias alternativas não conseguiu perceber??

Ler o mundo a nossa volta requer não somente capacidade de processar a sintaxe do mundo. A decodificação de símbolos pode ser feita até mesmo por dispositivos eletrônicos. Aliás, eles fazem isso melhor do que nós desde que sejam devidamente programados. A leitura do mundo envolve muito mais do que sintaxe. A leitura do  mundo é bem mais semântica! E a semântica do mundo é deveras complexa (por isso que ainda não temos bons programas de IA que lidem com isso. Quem sabe no futuro…)

Compreender a semântica dos acontecimentos que nos são transmitidos por qualquer meio requer um apurado senso crítico e alguma dose de ceticismo. É claro que todos os nossos valores e crenças estarão sendo adicionados quando fazemos este exercício de ler o mundo. A compreensão de algo vai muito além da simples leitura do mesmo e assimilação do que foi dito. Compreender requer mais esforço intelectual.

Acredito que em toda história que nos é contada existe sempre mais de um lado e todo um conjunto de complexas questões em torno dela. Isso me faz lembrar os versos de uma canção da Legião Urbana que diz “o mundo anda tão complicado”. Diria que o mundo está mesmo é cada vez mais complexo também. E compreender a complexidade do mundo não é tarefa fácil, ainda mais quando se tenta reduzir esta complexidade fazendo com que ela seja algo simplório.

Escreva o que pensa a respeito...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s