[ Naquele reino – Resistência & Intolerância ]

Naquele reino, há tempos os súditos notavam que o Rei era muito resistente às críticas. Esta característica não era exclusividade do monarca. Seus conselheiros e sua corte estavam cada vez mais assim.

Na maioria das vezes, tanto o monarca como aqueles que o cercavam, quando recebiam uma crítica, tratavam logo de negar os erros ou mesmo de arrumar uma desculpa qualquer. Há tempos que os súditos não ouviam mais explicações mas tão somente desculpas.

Acontece que a resistência real e palaciana estava mudando para outra característica. O rei, seus conselheiros e sua corte, além da resistência às críticas agora demonstravam muita intolerância para com as mesmas e para com aqueles que as proferiam. Era comum ouvir gritos e até mesmos palavrões por parte de alguém da realeza quando era confrontado com alguma opinião mais ácida e menos favorável quanto aos atos reais ou qualquer outra decisão de sua magestade.

E quando acontecia alguma cena mais explosiva, o bobo-da-corte costumava comentar com algum serviçal: “Quando os súditos perderem a paciência e resolverem tomar o poder, será que seremos poupados da ira deles???!!!”

Escreva o que pensa a respeito...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s