[ É difícil manter um debate razoável no Facebook? ]

Discussion debateSou “cidadão facebookeano” já faz algum tempo. E durante este tempo todo houve momentos em que eu me empolgava mais em participar de debates, muitas vezes acalorados. Opinava sempre que encontrava um post que achava interessante. Acontece que o tempo foi passando e esse ímpeto foi se esvaindo. Hoje, praticamente não embarco mais nesses debates. Leio, olho, tenho um pensamento a respeito mas… Deixo pra lá!

Um conjunto de fatores me levou a agir dessa maneira. Muitas vezes preguiça mesmo. Outras tantas de vezes, e talvez a maioria das vezes, é falta de interesse em participar do debate. Sabe aquelas situações nas quais pensamos: “Será que vale a pena eu gastar meu latim e meu tempo nessa discussão?! Acho que não!” E assim venho me reservando o direito de apenas observar e entrar em poucas ou quase nenhuma discussão virtual.

Mas o que me levou a esse posicionamento? Quais as causas dessa minha atitude? O que me desencantou? Essas são algumas perguntas que me fiz e que faz algum tempo tenho tentado encontrar respostas. Como bom estudante de Filosofia, tenho feito as minhas investigações intelectuais e chegado a várias conclusões sem chegar a uma resposta definitiva.

Nessa minha investigação esbarrei com algumas considerações. Uma delas é que diversos debates, que começam superinteressantes e bastante racionais, acabam sofrendo a influência um tanto quanto negativa daqueles que não conseguem ir além de suas convicções pessoais e não respeitam opiniões contrárias às suas. Em outras palavras, já entram no debate querendo impor a sua visão dos fatos e tentando tirar qualquer credibilidade de quem não comunga com suas ideias. São os extremistas. E para um extremista não há meios-termos, não há nuances. Ou é sim ou é não. Ou é preto ou é branco. Ou é zero ou é um. Pensamento totalmente binário. E como mencionei em outro texto, quem polariza o debate não tem interesse em debater de fato.

Outro ponto que observei é quanto à dificuldade que muitos possuem de articular suas ideias na forma de textos. Muitas vezes os textos são confusos, as ideias mais ainda. Não fica claro qual é o ponto central de sua argumentação. Não é possível identificar claramente quais são as premissas e o que é a conclusão. Isso quando há premissas e conclusões. Os piores são aqueles que escrevem de maneira quase enigmática, talvez na ânsia de passar uma imagem de intelectualidade superior, mas que na verdade não comunica nada. Já notei que há debatedores que assim como Cristo, falam através de parábolas. Estes textos confusos são excelentes catalisadores de polêmicas. E quando a polêmica se instala em um debate no mundo facebookeano dificilmente a racionalidade encontra lugar.

E quando se encontram aqueles que escrevem de forma confusa e os que interpretam de forma igualmente confusa?! Aí temos uma verdadeira tragédia! O debate não avança. Os xingamentos começam a aparecer. E quem antes ainda escrevia alguma coisa passa a calar-se e até mesmo deixa de participar.

Outra situação que é comum acontecer nestes debates na ZuckerNet é quando um ou mais participantes embarcam em um laço lógico. Um laço lógico é uma situação em que não nos damos conta de alternativas porque a nossa mente está presa a um único método de análise. Nessas situações por mais que os demais apresentem fatos novos, ou ponderações diferentes, aquele que entrou em um laço lógico não consegue perceber. Quando acontece isso chego a pensar se esta postura é proposital ou não. Isto é, a pessoa permanece no laço lógico na esperança de cansar os demais.

Ainda não cheguei a uma conclusão final que responda à pergunta título deste post. Porém de uma coisa já tenho plena convicção: o Facebook não é o fórum ideal para o debate de certos temas. Quero deixar claro, aliás, bem claro, que o problema de fato não é a ferramenta Facebook em si, mas sim os seus usuários. Para que um debate seja realmente valioso no Facebook é preciso que, primeiramente seus participantes estejam dispostos a mudar seus pontos de vista iniciais, caso percebam o seu equívoco e respeitar o posicionamento dos demais. Outro ponto a ser considerado é quanto ao texto. Quanto mais claro e objetivo é o comentário que alguém escreve melhor para o debate. Textos obscuros, cheios de armadilhas sintáticas e semânticas não ajudam em nada. E pior ainda quando estes apelam para falácias. O bom texto, a meu ver, deve ser aquele que claramente percebemos uma argumentação bem estruturada, com premissas e conclusões que derivem dessas premissas. E sem o uso de falácias. Talvez assim o nível dos debates melhorem no Facebook e lá se torne um fórum melhor.

Um comentário sobre “[ É difícil manter um debate razoável no Facebook? ]

  1. Algo me diz que, muitas vezes, não se trata de armadilha semântica (vou formar uma banda só para colocar esse nome, dei valor!). É falta de domínio da língua materna mesmo… rsrsrs

    Curtir

Escreva o que pensa a respeito...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s