[ Quando a Ideologia Político-Partidária Vira Religião – Parte II ]

la_vida_de_brian
 
Quem tem devoção por uma crença religiosa, e isto é diretamente proporcional ao seu grau de devoção, é capaz de fazer tudo para defender a sua crença.
 
E a mesma coisa acontece quando uma ideologia político-partidária passa a ser uma espécie de crença religiosa, com direito a dogmas, entidades abstratas sobrenaturais, cultos à personalidade e até mesmo promessas de uma vida cheia de prazeres para os seus devotos (a diferença nesse ponto específico, é que as religiões prometem essa vida cheia de prazeres após a morte, já as ideologias político-partidárias em vida mesmo), bem como a condenação a um inferno para aqueles que não professarem a mesma fé.
 
Da mesma maneira que para defender uma religião, em um passado remoto, muitos foram capazes de atitudes condenáveis, o mesmo vem se processando agora no ânsia de defender partidos políticos.
 
Impressiona-me como fazem uso de recursos imorais, anti-éticos e porque não dizer, criminosos, na maior naturalidade e ainda justificam os mesmos através de uma crença de que estão fazendo um bem, que estão salvando a nação.
 
Definitivamente é preciso muito cuidado com aqueles que se valem da máxima que diz: “os fins justificam os meios”. Pois estes começam posando de heróis, mas acabam usando os mesmos recursos vis daqueles que eles dizem combater.
 

Escreva o que pensa a respeito...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s